Servidor é preso suspeito de cobrar até R$ 50 mil para falsificar documentos na emissão de vistos, no DF

Corporação afirma que homem, de 41 anos, também ensinava como se portar nas entrevistas em embaixadas. Segundo investigadores, sete pessoas foram presas em flagrante por usarem falsificações.

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (3), um servidor público, de 41 anos, suspeito de falsificar documentos para emissão de vistos em embaixadas e consulados em Brasília.

De acordo com as investigações, o suspeito forjava contracheques, declarações de imposto de renda, declarações de bens, certidões de casamento e comprovantes de matrícula. Investigadores apontam que o homem também ensinava como se portar nas entrevistas em embaixadas.

A polícia afirma que o suspeito cobrava R$ 2 mil, por pessoa, para falsificar os documentos. Caso conseguisse entrar no país, o cliente deveria pagar mais R$ 50 mil. Segundo os investigadores, sete pessoas foram presas em flagrante por usarem as falsificações.

A Polícia Civil afirma que o suspeito deve responder por falsificação de documento público, falsificação de documento particular e associação criminosa. Se condenado, ele pode pegar mais de 15 anos de prisão.

Segundo a corporação, as investigações continuam, já que outras pessoas podem estar envolvidas no esquema.

Fonte: G1 DF

About equipemc

Check Also

Flávio Dino reitera compromisso de atuar com imparcialidade no STF

Ele chega ao Supremo aos 55 anos e pode permanecer por 20 anos O ministro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *