Em Brasília, Zema declara apoio a Bolsonaro para o segundo turno

Candidato à reeleição inicia busca por palanques nos estados e fará contato com Ronaldo Caiado (Goiás) e Ratinho Júnior (Paraná).

Durante encontro com o presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL), no Palácio do Alvorada, nesta terça-feira (4), o governador reeleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou que vai estar ao lado de chefe do Executivo no segundo turno das eleições.

“É o momento de estarmos aqui colocando as nossas divergências de lado. Eu sempre dialoguei com o presidente Bolsonaro. Sabemos que muitas vezes divergimos, mas outras não. É o momento em que o Brasil precisa caminhar para a frente e eu acredito muito mais na proposta do presidente Bolsonaro do que na do adversário”, disse Zema.

Bolsonaro, que deve ir ao estado mineiro no próximo dia 12, acredita que o apoio do liberal é decisivo na busca à reeleição e que, no segundo turno, terá “uma boa diferença” contra o adversário na terra de Zema.

“Agradeço o apoio do Zema neste momento. Mais do que bem-vindo, é essencial. Ele é decisivo para a nossa reeleição”, afirmou. “Sempre tivemos diálogo muito franco. Nada tratado entre nós visava outros interesses a não ser o futuro, no caso dele, do estado, e da nossa parte, o Brasil. Passou um breve filme do que foi a gestão do PT em seu estado”, acrescentou.

Governador de Minas Gerais desde janeiro de 2019, Zema foi reeleito para o cargo em primeiro turno, no último domingo (2). Zema conquistou 6.094.136 votos, totalizando 56,18% do eleitorado mineiro. Minas Gerais é o segundo maior colégio eleitoral do Brasil, com mais de 16 milhões de pessoas aptas a votar.

No estado mineiro, Bolsonaro ficou atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno. Na eleição nacional, o candidato à reeleição teve 51.071.277 votos (43,20%), contra 57.258.115 votos (48,43%) do petista. O segundo turno vai ocorrer no dia 30, último domingo deste mês.

A reunião com Zema contou com a participação do candidato a vice-presidente, general Braga Netto, os ministros Marcelo Sampaio (Infraestrutura), Joaquim Leite (Meio Ambiente) e Célio Faria (Secretaria de Governo), além do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), um dos coordenadores da campanha.

Bolsonaro informou que já conversou por telefone com Cláudio Castro (PL), governador reeleito do Rio de Janeiro. “Está fechado o apoio dele”, contou o presidente. Estão em aberto negociações com Ronaldo Caiado, em Goiás, e Ratinho Júnior, no Paraná — ambos reeleitos durante o primeiro turno das eleições.

Fonte: R7 Brasília

About equipemc

Check Also

Haddad quer união internacional para taxar super-ricos

Proposta foi defendida em reunião de ministros de Finanças do G20 O ministro da Fazenda, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *