segunda-feira , 30 novembro 2020
Home / Saúde Bucal / Pasta de dentes de carvão?! Já usou?

Pasta de dentes de carvão?! Já usou?

As pastas de dentes pretas invadiram a internet e as prateleiras. A proposta é inusitada: gente escovando os dentes com uma pasta de dente preta, à base de carvão ativado e promessas de clareamento dental. Mas será que isso funciona?
🤔🤔🤔
É importante lembrar que o carvão não é aquele usado na churrasqueira (rsrs). É um produto de origem vegetal e nem pense em improvisar a fabricação em casa.
Marcas renomadas como a Suíça Curaprox ( Curaden )já lançaram pastas à base de carbono ativado.
Uma revisão de mais de cem artigos acerca da eficiência e segurança dos cremes dentais com carvão na fórmula, publicada em 2017 no Journal of the American Dental Association, concluiu que não há evidências suficientes de que o uso desses produtos seja vantajoso para a higiene bucal ou o clareamento dos dentes, mesmo que superficial.
A cirurgiã-dentista da Moreti Odontologia em Brasília- DF, Soraya Moreti alerta : “não há problema em usar essas pastas no dia a dia, desde que sem expectativa de clareamento e apenas quando a versão utilizada contiver flúor”. O mineral é essencial para combater cáries, mas não aparece em todas as pastas.
“Muitos desses produtos têm partículas azuladas na fórmula, que dão a impressão de um sorriso iluminado diante da exposição à luz, mas não há um clareamento ‘real’ e é importante usar marcas renomadas e reconhecidas pelas pesquisas.
Além disso Dra. Soraya alerta sobre o perigo das receitas caseiras.
A especialista condena a escovação com ativos em pó –normalmente colocados direto na escova molhada –, assim como com pastas à base de carvão que são muito abrasivas e desgastam o esmalte.

Sobre minhacapital

Veja também

EPTG: atenção aos locais de embarque e desembarque

Na via, existem linhas que passam pela faixa exclusiva – paradoras e semiexpressas – e …

Ônibus na EPTG: corredor exclusivo também aos finais de semana

Resolução do DER foi publicada no DODF e inclui os feriados De agora em diante, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *