Home / Minha Capital / Parque Vivencial, no Núcleo Bandeirante, vai ser transformado em escola

Parque Vivencial, no Núcleo Bandeirante, vai ser transformado em escola

Educação ganha espaço que será reformado e adaptado para receber alunos

Foto: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF
Além de área verde, o local já conta com duas quadras de esporte, duas piscinas grandes e duas infantis. A ideia é ampliar esta infraestrutura para apoiar as escolas da região que não contam com espaços | Foto: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF

A semana começa com uma grande novidade para a rede pública de ensino do Núcleo Bandeirante. A Secretaria de Educação do DF recebeu da Administração Regional a gestão do antigo Parque Vivencial. A futura escola deve ser inaugurada até o início do ano letivo de 2021 para atender estudantes e comunidade escolar.

“Nosso objetivo é começar o ano letivo já com esses equipamentos de apoio para a nossa comunidade escolar. O parque se tornará um centro fundamental da política de educação do Núcleo Bandeirante e de todo o Distrito Federal, fortalecendo a política já elaborada pela secretaria de descentralização das escolas parque. Vai ser um salto de qualidade para todas as unidades de ensino da região. Queremos que outras cidades também possuam um espaço onde o estudante tenha opções de complementação do seu processo educacional”, afirmou o secretário de Educação, Leandro Cruz.

O parque se tornará um centro fundamental da política de educação do Núcleo Bandeirante e de todo o Distrito FederalLeandro Cruz, secretário de Educação

Além de área verde, o local já conta com duas quadras de esporte, duas piscinas grandes e duas piscinas infantis. A ideia é ampliar esta infraestrutura para apoiar as escolas da região que não contam com espaços para atividades de desporto, projetos esportivos e ambientais como complementação ao ensino básico. A Coordenação Regional de Ensino e a Secretaria de Educação também vão analisar outras possibilidades de uso para o lazer da comunidade local.

O foco também é voltado ao Programa de Educação Integral (Proeit), para que os estudantes desenvolvam mais atividades fora da área da escola, onde costumam passar até dez horas por dia. “São projetos que vão beneficiar toda a comunidade escolar, mas com planejamento, já que temos cerca de 28 mil estudantes no Núcleo Bandeirante e não queremos deixar ninguém de fora’, disse a coordenadora da regional, Ana Maria Alves.

Foto: Álvaro Henrique/SEEDF
O foco também é voltado ao Programa de Educação Integral (Proeit), para que os estudantes desenvolvam mais atividades fora da área da escola, onde costumam passar até dez horas por dia | Foto: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF

O deputado distrital Hermeto, que estudou em escolas da região, participou da solenidade. Ele destinou R$ 3 milhões de emendas ao Programa de Descentralização Financeira e Orçamentária (Pdaf) no Núcleo Bandeirante, Park Way e Candangolândia.

Leandro Cruz agradeceu pelo empenho do deputado. “Foram cinco meses lutando para vencer a burocracia de uma transferência desse tipo. Não é fácil, não é simples, não é barato, mas é necessário. A educação não é custo, é investimento no futuro. Todo recurso gasto ou investido em uma educação pública, gratuita e de qualidade social é um investimento no presente, é honrar a história de Brasília”, destacou o secretário.

Segundo o representante da administração do Núcleo Bandeirante, Welby Dias, substituto do administrador Alberto Carvalho, a criação do antigo parque foi em 1997 e o espaço passou por várias gestões ao longo dos anos. Por questões financeiras do órgão, foi necessário repensar o uso pela comunidade. “Essa transferência para a Secretaria de Educação é um ganho imenso para a nossa administração. Temos certeza de que o parque será bem gerido com esse projeto”, avaliou o representante.

*Com informações da Secretaria de Educação

FONTE: AGÊNCIA BRASÍLIA

Sobre Minha Capital

Veja também

Vacinação contra a Covid-19 começa nesta terça-feira

Primeira etapa contemplará profissionais de saúde que estão na linha de frente, indígenas, idosos que …

Terremoto é registrado perto da fronteira da Argentina com o Chile

Algumas áreas ficaram sem eletricidade Um terremoto de magnitude 6.4 na escala Richter foi sentido hoje …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *