Mulher é morta a tiros por ex-companheiro em Planaltina, no DF

Segundo Polícia Militar, homem tinha medida protetiva contra vítima. Militares atiraram contra suspeito, que foi atingido na cabeça.

Uma mulher de 32 anos morreu, na noite desta terça-feira (11), após ser atingida por disparos feitos pelo ex-companheiro, em Planaltina, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar, o homem tinha medida protetiva contra a vítima.

Os militares afirmam que foram acionados e, ao chegarem ao local, encontraram o suspeito, de 26 anos, efetuando disparos contra a vítima. Segundo a corporação, a equipe ordenou que o homem parasse com os disparos, o que não teria ocorrido.

Em seguida, os policiais atiraram contra o homem, que foi atingido na cabeça. Já a mulher apresentava ferimentos na perna, braços e tórax. Ambos foram levados para o Hospital Regional de Planaltina.

A mulher não resistiu e faleceu na unidade de saúde. A Polícia Civil e a Secretaria de Saúde não deram informações sobre o estado de saúde do suspeito até a última atualização desta reportagem.

Com o autor, os militares encontraram uma pistola, uma algema de metal, um laudo médico e R$ 4,7 mil em espécie.

Como e onde denunciar violência contra mulheres?

Fachada da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II) — Foto: SSP-DF/Divulgação

Fachada da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II) — Foto: SSP-DF/Divulgação

A Secretaria de Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP) tem canais de atendimento que funcionam 24h. As denúncias e registros de ocorrências podem ser feitos pelos seguintes meios:

  • Telefone 197
  • Telefone 190
  • E-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br
  • Delegacia eletrônica
  • Whatsapp: (61) 98626-1197

O DF tem duas delegacias especializadas no atendimento à mulher (Deam), na Asa Sul e em Ceilândia, mas os casos podem ser denunciados em qualquer unidade.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) também recebe denúncias e acompanha os inquéritos policiais, auxiliando no pedido de medida protetiva na Justiça.

Em casos de flagrante, qualquer pessoa pode pedir o socorro da polícia, seja testemunha ou vítima.

Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM)

  • Endereço: EQS 204/205, Asa Sul, Brasília
  • Telefones: (61) 3207-6195 e (61) 3207-6212

Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II)

  • Endereço: QNM 2, Conjunto G, Área Especial, Ceilândia Centro
  • Telefone: (61) 3207-7391

Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)

  • Endereço: Eixo Monumental, Praça do Buriti, Lote 2, Sala 144, Sede do MPDFT
  • Telefones: (61) 3343-6086 e (61) 3343-9625

Prevenção Orientada à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar

  • Contato: 3190-5291

Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal

  • Contato: 180

Fonte: G1 DF

About equipemc

Check Also

Flávio Dino reitera compromisso de atuar com imparcialidade no STF

Ele chega ao Supremo aos 55 anos e pode permanecer por 20 anos O ministro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *