Mortes no trânsito em vias do DF reduziram em mais da metade nos últimos 10 anos, diz Detran

No primeiro trimestre de 2014, 111 pessoas morreram vítimas de acidentes. Já nos três primeiros meses de 2023, foram 47 mortes. Rodovias distritais tiveram maior parte das vítimas fatais: 25.

As mortes no trânsito em vias da capital federal reduziram em mais da metade nos últimos 10 anos. Segundo levantamento feito pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), no primeiro trimestre de 2014, 111 pessoas morreram em acidentes nas pistas de Brasília. Já nos três primeiros meses de 2023, foram 47 mortes.

Os números consideram motoristas, passageiros, motociclistas, ciclistas e pedestres. As rodovias distritais tiveram a maior parte das vítimas fatais: 25. Depois, aparecem as BRs, com 14 mortes. Já nas vias urbanas, foram 8.

Ainda segundo o Detran, 4 ciclistas morreram nas vias do DF nos três primeiros meses deste ano. Número menor que no ano passado, quando foram 9 mortes entre janeiro e março. Outra queda foi nas mortes de motociclistas: 23 em 2022 e 15 neste ano.

As mortes de pedestres também caíram. Em 2022, foram 14 vítimas fatais. Em 2023, 11. É o menor número desde 2014.

Para a doutora em transportes Adriana Modesto, os números podem e devem diminuir ainda mais. “Aquelas campanhas educativas, eu entendo que há necessidade que elas sejam monitoradas e avaliadas, no que diz respeito à sua efetividade”, diz.

“Caso elas não estejam atendendo ao esperado, elas sejam ajustadas de modo que a gente possa conseguir alcançar um trânsito menos hostil, sobretudo para o ciclista e para o pedestre”, pontua Adriana.

Ela também defende a criação de mais condições para que ciclistas possam trafegar com segurança.

“É importante destacar que Brasília lida ainda com alguns aspectos residuais de uma cidade que foi pensada para os carros. Então, além de a gente fomentar um panorama que favoreça o uso da bicicleta”, ressalta.

Adriana explica ainda que é preciso haver um sistema cicloviário com iluminação, além de rigor na fiscalização e campanhas de conscientização que contemplem todos os usuários.

Fonte: G1 DF

About equipemc

Check Also

Haddad quer união internacional para taxar super-ricos

Proposta foi defendida em reunião de ministros de Finanças do G20 O ministro da Fazenda, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *