Metrô-DF reabre licitação para expansão do trecho Samambaia

Essa expansão inclui também a construção de mais três viadutos e quatro passarelas de pedestres, a fim de garantir a acessibilidade dos usuários.

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) publicou nesta quinta-feira (14), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), a reabertura do Procedimento Ordinário de Licitação nº 03/2022 para a execução do projeto de expansão da Linha 1 do transporte metroviário do Distrito Federal no trecho de Samambaia, após o atendimento das adequações solicitadas pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF).

O objetivo desse processo licitatório, do tipo menor preço, é a contratação de empresa ou consórcio de empresas para elaboração de projeto executivo e execução das obras civis de duas novas estações, de subestações retificadoras e da implantação dos sistemas fixos previstos no projeto básico da expansão da Linha 1 em Samambaia. O valor estimado da contratação é de R$ 343,7 milhões.

Essa expansão prevê a extensão da via em 3,6 quilômetros, a partir do atual Terminal Samambaia. No novo trecho, as duas novas estações, nº 35 e nº 36, serão construídas nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e do Centro Olímpico, sendo que esta última passará a ser a estação terminal do trecho de Samambaia.

As obras para a expansão do sistema de transporte metroviário em Samambaia instalará, inclusive, três subestações retificadoras de energia, que, além de atender ao novo trecho, reforçará a capacidade energética do sistema, que atualmente está sendo modernizado. Essa expansão inclui também a construção de mais três viadutos e quatro passarelas de pedestres, a fim de garantir a acessibilidade dos usuários.

Para o presidente do Metrô-DF, Handerson Cabral, a expansão da linha de Samambaia é um projeto que reforça o compromisso do governo com a mobilidade. “Inauguramos três estações e agora damos a largada da expansão, o que é importantíssimo para a população de Samambaia. O transporte metroviário é o modal capaz de garantir uma mobilidade mais segura e confortável à população do DF. E continuaremos trabalhando pela modernização do nosso sistema”, diz.

A previsão de duração das obras é de quatro anos, a partir da aprovação do projeto executivo. Após a conclusão, o novo trecho expandido beneficiará uma população estimada de 10 mil pessoas.

Atualmente, o Metrô-DF tem 42,5 km de via e 27 estações operacionais, sendo que três delas, Estação Estrada Parque (EPQ), Estação 106 Sul e Estação 110 Sul foram inauguradas nos últimos quatro anos. Diariamente são transportadas, em média, 150 mil pessoas, com horário de funcionamento das 5h30 às 23h30.

About equipemc

Check Also

Flávio Dino reitera compromisso de atuar com imparcialidade no STF

Ele chega ao Supremo aos 55 anos e pode permanecer por 20 anos O ministro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *