John Kerry chega a Brasília e terá reuniões com Alckmin e Marina

O assessor especial dos Estados Unidos para o Clima desembarcou hoje (26/2) no Brasil e terá reuniões até terça-feira (28/2), quando parte para o Panamá.

O assessor especial da Presidência dos Estados Unidos para o Clima, John Kerry, desembarcou nesta domingo (26/2) em Brasília, onde terá uma série de reuniões com integrantes do governo para discutir a parceria entre Brasil e Estados Unidos no combate às mudanças climáticas.

Kerry ficará no Brasil até a próxima terça-feira (28/2), quando embarcará para a Cidade do Panamá, antes de voltar ao seu país. Em nota, a Embaixada dos Estados Unidos afirmou que o assessor “vai dar continuidade ao Grupo de Trabalho de Mudanças Climáticas Brasil-EUA, que os presidentes (Joe) Biden e Lula relançaram durante a reunião de 10 de fevereiro”.

Ainda segundo a embaixada, o assessor especial tratará do combate ao desmatamento, avanço em direção a uma matriz de energia limpa e a construção de uma bioeconomia forte. Ações concretas que devem ser discutidas são a contribuição dos Estados Unidos ao Fundo Amazônia, anunciada por Biden e os esforços dos dois países para cumprir metas do Acordo de Paris.

Reuniões com Alckmin, Marina, Guajajara, Pachego e Mercadante

Na segunda-feira (27/2) de manhã, Kerry estará no Itamaraty em reunião com a ministra do Meio Ambiente e da Mudança do Clima, Marina Silva, com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, e com a secretária-geral do Itamaraty, a embaixadora Maria Laura da Rocha.

O assessor especial dos EUA também deve se reunir, durante sua estadia, com a ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante.

Fonte: Correio Braziliense

About equipemc

Check Also

Haddad quer união internacional para taxar super-ricos

Proposta foi defendida em reunião de ministros de Finanças do G20 O ministro da Fazenda, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *