Izalci volta a defender reajuste para forças de segurança do DF

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) cobrou, em pronunciamento em Plenário nesta segunda-feira (27), o reajuste da remuneração das forças de segurança do Distrito Federal. Ele ressaltou que espera que o governo tome medidas para resolver as reposições salariais da polícia civil e militar.

— Estamos com algumas categorias, como a polícia civil e militar, que estão há alguns anos sem reposição salarial. E nesses anos, foram encaminhados ao Palácio do Planalto, seja no governo passado, seja no governo atual, e lamentavelmente, a coisa não chega aqui [Senado]. Isso já foi anunciado algumas vezes, e queremos cobrar que isso venha rápido ao Congresso Nacional para que a gente possa votar essa matéria — disse.

Além disso, o senador também voltou a criticar a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender o pagamento de auxílio-moradia para policiais militares e integrantes do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (DF). Izalci reiterou sua preocupação com a previsão de que haja devolução de valores pagos desde 2014.

— Agora não se justifica querer cobrar dos policiais retroativo a 2014. Oito anos de devolução. Uma coisa absurda que acontece no Brasil. É uma coisa com que a gente fica preocupado, porque o que falta neste país é segurança jurídica, e agora, segurança política — concluiu.

O senador ainda lamentou mais um caso de violência nas escolas. Ele destacou o ataque desferido por um aluno de 13 anos dentro da escola Thomazia Montoro, São Paulo (SP). Além de matar a professora Elisabeth Tenreiro, na manhã desta segunda, o estudante feriu mais três professores e dois alunos.

— É lamentável que, no século 21 a gente tenha na escola o que vem acontecendo há algum tempo, com a agressão por parte de aluno aos professores, um desrespeito total e uma falta, também, de estrutura. Quero saudar também a nossa professora de educação física, que teve um ato heroico e conseguiu desarmar o aluno, tirando dele a faca que poderia ter causado uma situação pior ainda — declarou.

Fonte: Agência Senado

About equipemc

Check Also

Haddad quer união internacional para taxar super-ricos

Proposta foi defendida em reunião de ministros de Finanças do G20 O ministro da Fazenda, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *