sexta-feira , 10 julho 2020
Home / DESTAQUE NÁUTICA / Compra compartilhada de lancha: entenda se é para você!

Compra compartilhada de lancha: entenda se é para você!

Quem é que nunca se imaginou como proprietário de uma lancha para passear no fim de semana com os amigos ou a família? Afinal, passar bons momentos a bordo tem tudo para tornar qualquer dia perfeito. Esse é um sonho que pode custar caro, o que torna o acesso a esse item mais restrito. Porém, essa é uma realidade que vem mudando com a compra compartilhada de lancha.


Esse é um novo conceito do mercado náutico que visa permitir que mais pessoas tenham acesso aos momentos de navegação. A ideia é que uma mesma embarcação possa ter mais de um dono, tendo o seu valor total dividido entre os proprietários, assim como os custos de manutenção.


A compra compartilhada de lancha amplia as opções para quem sempre quis vivenciar a experiência de navegar sem ter que desembolsar grandes quantias em dinheiro para isso.


A divisão é feita por cotas ou porcentagem para que todos sejam proporcionalmente beneficiados. Os donos da embarcação têm o seu nome nos documentos de posse da lancha, economizando até 85% do valor que pagariam fora da compra compartilhada.


Para te ajudar a entender melhor esse sistema e saber se ele se adéqua à sua realidade, foram separados aqui tópicos com as principais dúvidas e benefícios da compra compartilhada de lancha.


Vantagens da compra compartilhada de lancha


Como esse serviço costuma ser feito por empresas que cuidam dos trâmites, além de reduzir o valor de compra da embarcação, esse novo sistema do mercado náutico tem como benefícios:


Passeios ilimitados, bastando agendar a quantidade de dias em que quer usar o bem;

Disponibilidade de marinheiro para quem não possui a habilitação de arrais amador;

Possibilidade de incluir dependentes sem custo adicional, além de poder levar nos passeios quem quiser;

Redução dos custos de manutenção, inclusive com armazenamento da embarcação;

Facilidade para vender ou transferir a cota no momento que desejar;

Disponibilidade de pessoas especializadas para cuidar da propriedade, reduzindo a perda de tempo e dores de cabeça;

Agendamento online, com confirmação de reserva;

Aumento ou redução da quantidade de cotas;

Possibilidade de pernoite na lancha, afinal ela é sua e está reservada para você em um número pré-estabelecido de dias.


Questões como abastecimento com combustível ou mantimentos e peças de reposição ficam por conta dos proprietários. Porém, em alguns casos, é possível até pagar um boleto com o custo desses itens sem ter que se preocupar em resolvê-los, já que dependendo do contrato feito com a empresa de compra compartilhada ela poderá fazer tudo para você no valor pago na mensalidade.


Dúvidas comuns


Existem diversos questionamentos comuns sobre a compra compartilhada. Por aqui, você confere as respostas para os principais:

  • Como funciona o esquema para danos?
    O cotista que provocou o dano será acionado e ele será o único responsável por arcar com as despesas. Geralmente, os reparos são feitos e depois a conta enviada para o causador, pois assim os demais proprietários não serão prejudicados.
    Já para desgastes naturais e manutenções preventivas ou pré-agendadas, cada cotista pagará pela sua parte.
  • Existe um limite de cotas?
    Sim, geralmente são até 10 cotas para a compra compartilhada de lancha. Cada proprietário pode comprar a quantidade que quiser. Em média, cada lancha costuma ter de quatro a cinco donos.
  • A embarcação poderá ser transportada por algum dos cotistas?
    Em casos específicos onde algum dos proprietários queira deslocar a lancha é possível conseguir autorizações com os demais cotistas para isso. Porém, todos precisarão conceder o aval.
  • E o agendamento?
    Esse procedimento varia de empresa para empresa prestadora do serviço. Em geral, o cotista possui o direito de usar 30 dias no ano para cada cota que comprou. Essa é a média de dias utilizados pelos proprietários únicos de uma lancha.
  • É necessário pagar mais alguma coisa além da cota?
    Sim, é de praxe a cobrança de uma mensalidade que se converte em benefícios como as vantagens citadas anteriormente.
  • Existe algum prazo para o vencimento da cota?
    Essa é uma questão contratual, mas geralmente você irá pagá-la uma única vez, tendo o direito de negociar, trocar ou vender quando quiser. Vale ficar atento apenas as regras do contrato firmado para evitar problemas.
    Para encerrar, vale reforçar um ponto importante: no sistema de compra compartilhada de lancha você não pode emprestar a embarcação para outras pessoas. Apenas o cotista pode usufruir do bem, com sua família e amigos, desde que esteja sempre presente.

UMA MATÉRIA OFERECIDA POR PREMIER JET. Brasília/Pernambuco
⛵ Lazer Náutico
🌀Venda, Compartilhamento, Gerenciamento e Aluguel de Embarcações
(61) 9 8335-2710
📩 contato@premierjet.com.br
WhatsAppwhats.link/premierjet

Sobre N Camargo

Veja também

GDF endurece regras de isolamento em Ceilândia e região

Parques, academias, shoppings, feiras, cultos/missas, lojas de conveniências e salões de beleza têm atividades suspensas …

Suspensa a retomada de bares, restaurantes, salões e academias

Decreto acata decisão da Justiça que revogou abertura gradual de atividades e volta às aulas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *