Cappelli anuncia demissão de mais 58 servidores do GSI

Órgão passa por reformulação desde a saída de Gonçalves Dias; segundo o governo, 87 pessoas foram exoneradas.

O secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, Ricardo Cappelli, anunciou nesta quinta-feira (27) que dispensou mais 58 servidores da pasta.  

“Dando prosseguimento à renovação do quadro de funcionários do GSI, autorizei a exoneração de mais 58 servidores. As dispensas serão publicadas na próxima edição do Diário Oficial da União”, informou Cappelli.

Essa é a segunda leva de demissões no GSI nesta semana. Na quarta-feira (26), o governo tinha exonerado outros 29 funcionários. Com os desligamentos anunciados nesta quinta, o total de pessoas demitidas já chega a 87.

O GSI passa por reformulação desde a saída do ex-ministro Gonçalves Dias, que renunciou ao cargo depois da divulgação de imagens de câmeras de segurança do Palácio do Planalto que o mostraram dentro do prédio em 8 de janeiro, dia dos episódios de vandalismo na praça dos Três Poderes, em Brasília.

A demissão de servidores atende a um pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que quer retirar do GSI qualquer funcionário que possa ter trabalhado no órgão durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Fonte: R7 Df

About equipemc

Check Also

Flávio Dino reitera compromisso de atuar com imparcialidade no STF

Ele chega ao Supremo aos 55 anos e pode permanecer por 20 anos O ministro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *