quarta-feira , 11 dezembro 2019
Home / Notícias > Brasília/Brasil/Mundo / Audiência pública discute uso das placas do Mercosul no DF

Audiência pública discute uso das placas do Mercosul no DF

Há uma série de alterações importantes no novo modelo de emplacamento. País tem até 31 de janeiro de 2020 para se adequar

A Casa Civil e o Detran estão convocando a população do Distrito Federal para participar de audiência pública que vai debater os procedimentos de uso das placas do Mercosul do DF. Publicada na edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira (11), a reunião acontecerá na próxima terça-feira (19), às 15h, no salão Nobre do Palácio do Buriti.

O objetivo é promover um diálogo com a sociedade e demais interessados sobre as questões relacionadas à implantação do novo modelo de emplacamento, que foi determinado em junho deste ano pela Resolução 780/19 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Os estados e o DF têm até 31 de janeiro de 2020 para se adequarem.

Além de passar para o Detran a atribuição de credenciar as empresas estampadoras de placas no âmbito de sua circunscrição, a resolução trouxe uma série de alterações importantes no novo modelo de emplacamento. 

Uma delas trata do QR code – código de barras bidimensionais dinâmico contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante, cuja intuito é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das PIV nos respectivos veículos, além da verificação da sua autenticidade.

A audiência pública possibilita aos cidadãos participar das políticas governamentais com vistas ao alcance do interesse público, além da oportunidade de debater, questionar e sanar dúvidas sobre o tema.

* Com informações da Casa Civil/DF

FONTE: AGÊNCIA BRASÍLIA

Sobre Minha Capital

Veja também

Campanha orienta servidores da saúde contra feminicídio

Iniciativa alerta para a necessidade de percepção e comunicação de casos suspeitos A Secretaria de …

Aberta maratona de soluções tecnológicas contra dengue

Integrando academia, poder público e iniciativa privada, 1º Hackathon de Saúde Pública movimenta a UnB …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *