Home / Minha Capital / Aberta a primeira campanha de trânsito de 2021

Aberta a primeira campanha de trânsito de 2021

Operação, realizada na Epia, reforça a importância do uso dos dispositivos de segurança no transporte de crianças

A campanha Boa Viagem alerta sobre segurança o transporte de crianças | Foto: Divulgação/DER

O Departamento Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) empreendeu, entre as 9h30 e as 11h desta terça (12), a primeira ação educativa deste ano: a campanha Boa Viagem, que tem como foco reforçar para os pais e responsáveis a importância da utilização dos dispositivos que garantem a segurança das crianças nos veículos.

“Vivemos um período de férias escolares, por isso é importante enfatizar que a utilização adequada do equipamento garante mais segurança para as crianças”, explicou o diretor interino de Educação de Trânsito do DER, Glaydson Nascimento.

Durante a operação, no Km 1 da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia/DF-003), sentido Sobradinho, os agentes de trânsito também distribuíram 300  kits com exemplares da revista Coquetel, canetas, bonés e materiais educativos.

Ação prossegue

A campanha terá sequência nesta quinta-feira (14), no Km 3 da  Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB/ DF-075), sentido Riacho Fundo, no mesmo horário da primeira ação.

“Às vezes, com a correria do dia a dia, não nos atentamos em saber como é importante utilizar a cadeirinha, por exemplo, da forma correta e o quanto esses equipamentos garantem a segurança dos pequenos”, comentou a secretária Aline Barreto, 29 anos, mãe da pequena Milena, de 8.

Na avaliação de Aline, a campanha reforça que os pais ou responsáveis devem estar sempre atentos ao uso correto dos equipamentos que vão proteger a vida dos pequenos em caso de acidente.

O que diz a lei

Em vigência no Brasil desde 2008, a Resolução 277 do Contran, ou “lei da cadeirinha”, determina a obrigatoriedade da utilização  dos chamados dispositivos de retenção – cadeirinha ou assentos de elevação, bebê conforto – para transportar crianças de até 10 anos em veículos. O não cumprimento da resolução é considerado infração gravíssima, com perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), multa de R$ 293,47 e possibilidade de retenção do veículo.

Com informações do DER-DF

FONTE: AGÊNCIA BRASÍLIA

Sobre Minha Capital

Veja também

Vacinação contra a Covid-19 começa nesta terça-feira

Primeira etapa contemplará profissionais de saúde que estão na linha de frente, indígenas, idosos que …

Terremoto é registrado perto da fronteira da Argentina com o Chile

Algumas áreas ficaram sem eletricidade Um terremoto de magnitude 6.4 na escala Richter foi sentido hoje …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *